SIPCAM   SIPCAM
  HOME   |   QUEM SOMOS   |   PRODUTOS   |   CULTURAS   |   INFORMAÇÃO   |   NOTÍCIAS   |   LINKS
 
Bem-vindo à Sipcam Portugal  
SIPCAM Pesquisa de Produtos SIPCAM
SIPCAM Insecticidas & Acaricidas - BERMECTINE
Imprimir Imprimir
< voltar SIPCAM
APV n.º 3927
Formulação: concentrado para emulsão com 18g/l ou 18% (p/p) de abamectina.
Modo de acção: insecticida que actua por contacto e ingestão.


CONDIÇÕES DE APLICAÇÃO

Culturas

PRAGAS

(Concentração de aplicação)

Recomendações

Pereira

Psila (Psila pyri)

(75 ml/hl)

Aplicar após a queda das pétalas juntando 250 ml/hl de óleo de verão. Repetir se necessário.

Não aplicar mais de 2 vezes para prevenir o aparecimento de resistências.

Macieira

Ácaros eriofídeos (Aculus schlechtendali) e aranhiço vermelho (Panonychus ulmi)

(75 ml/hl)

Realizar um tratamento ao aparecimento dos ácaros, logo que se verifique, em média, 2 a 3 formas móveis por folha. Juntar 250 ml/hl de óleo de verão. Se necessário novo tratamento, aplicar outro acaricida com modo de acção diferente para prevenir o aparecimento d resistências.

Videira

Aranhiço vermelho (Panonychus ulmi) e outros ácaros tetraniquídeos (Tetranychus urticae)

(100 ml/hl)

Tratar logo que apareçam as primeiras formas móveis dos ácaros.

Citrinos

Lagarta mineira das folhas dos rebentos (Phyllocnistis citrella)

(40 ml/hl)

Aplicar no início da rebentação, na Primavera e no final do Verão, quando se detectem as primeiras minas nas folhas dos novos rebentos. Juntar 250 ml/hl de óleo de verão. Respeitar um intervalo de 14 dias entre tratamentos, num máximo de dois. Dirigir a pulverização para as folhas.

Tomateiro

Larvas mineiras (Liriomyza spp.)

(50 ml/hl)

Iniciar os tratamentos a partir dos primeiros sinais de infestação. No caso de forte pressão da praga (minas numerosas), repetir o tratamento passados 7 dias. Para prevenir o aparecimento de resistências não efectuar mais que 2 tratamentos de seguida, num máximo de 4 por ciclo da cultura.

Morangueiro

Ácaros tetraniquídeos (Tetranychus spp.)

(80 - 100 ml/hl)

Tratar desde os primeiros sinais de infestação ou desde que a população atinja 3 a 5 formas móveis por folha. Repetir se necessário. Perante fortes infestações, efectuar 2 aplicações a intervalos de 7-10 dias usando a concentração de 80 ml/hl. No caso de populações muito elevadas (mais de 5 formas móveis por folha) usar a concentração de 100 ml/hl. Não aplicar mais de 2 vezes seguidas ou mais de 4 vezes durante o ciclo de desenvolvimento da cultura para prevenir o aparecimento de resistências. Molhar bem ambas as faces da folha.

Roseira

Crisântemo

Craveiro

Orquídeas

Plantas ornamentais

Ácaros tetraniquídeos (Tetranychus spp.)

(25 - 50 ml/hl)

Tratar desde os primeiros sinais de infestação ou desde que a população atinja 3 a 5 formas móveis por folha. Repetir se necessário não efectuando mais de 2 aplicações de seguida, num máximo de 4 por ciclo da cultura para prevenir o aparecimento de resistências. Molhar bem ambas as faces da folha. Não aplicar sobre fetos (Adiantum spp.).

Crisântemo

Gerbera

Gipsofila

Larvas mineiras (Liriomyza spp.)

(25 - 50 ml/hl)

Realizar a primeira aplicação para proteger a folhagem nova logo que se detectem adultos ou as primeiras minas nas folhas. Não efectuar mais que 2 tratamentos de seguida, num máximo de 4 por ciclo da cultura para prevenir o aparecimento de resistências. Molhar bem ambas as faces da folha.




PRECAUÇÕES BIOLÓGICAS:


- Citrinos -Não se deve aplicar no período que decorre entre a floração e os frutos atingirem o tamanho aproximado de uma noz, não tratar nas horas de maior calor, regar abundantemente as árvores na véspera do tratamento.


INCOMPATILIDADES:

Nos tratamentos realizados com abamectina e óleo de verão não misturar produtos à base de captana, ditianão, dodina, enxofre e folpete (devido à incompatibilidade do óleo de verão com estes). Caso seja necessário recorrer aos produtos acima referenciados ter sempre em atenção um intervalo de 3 semanas entre as suas aplicações e as de abamectina + óleo de verão.




INTERVALO DE SEGURANÇA:
. 3 dias em tomateiro e morangueiro
. 7 dias em citrinos e em videira
. 14 dias em pereira e macieira


PRODUÇÃO INTEGRADA:
Permitido.



CAPACIDADE DAS EMBALAGENS:
1 l,5 l.


OUTRAS INFORMAÇÕES:
Ficha Técnica (download ficheiro PDF)
Ficha de Segurança (download ficheiro PDF)

 
topo    
Avisos Legais Copyright © 2013 SIPCAM Portugal | Desenvolvido por Helcadesign